Redes Sociais

Nosso Whatsapp

 (53)999536083

Encontre o que deseja

NO AR

Rádio Visão Geral

    Brasil

Decreto para flexibilizar posse de armas sai na próxima semana, diz Onyx

Ministro-chefe da Casa Civil disse que assunto foi tratado na reunião ministerial desta terça (8). Segundo Onyx, Bolsonaro tem pressa no decreto porque se trata de promessa de campanha.

Publicada em 20/12/18 as 16:30h por Por Delis Ortiz, TV Globo — Brasília - 215 visualizações

Compartilhe
   
Link da Notícia:

Decreto para flexibilizar porte de armas sai na próxima semana, diz Onyx Lorenzoni

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta terça-feira (8) em entrevista à TV Globo que o decreto que flexibiliza a posse de armas será editado até a próxima semana.

Segundo o ministro, o assunto foi tratado na segunda reunião ministerial, que aconteceu nesta terça no Palácio do Planalto. Bolsonaro pretende, por meio de decreto, garantir posse de armas de fogo a cidadão sem antecedentes criminais.

O presidente Jair Bolsonaro entre o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, durante reunião no Palácio do Planalto nesta terça-feira (8) — Foto: Alan Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro reuniu no Palácio do Planalto o Conselho de Governo, formado por ele, pelo vice-presidente Hamilton Mourão e por todos os ministros de Estado. A reunião começou por volta das 9h e terminou pouco antes do meio-dia.

De acordo com Onyx, o presidente tem pressa no decreto das armas porque é "um compromisso" de campanha. "Promessa feita é promessa cumprida", disse o ministro.

Quando ainda era candidato, Bolsonaro afirmou em seu plano de governo que pretendia reformular o Estatuto do Desarmamento.

Na reunião desta terça, o presidente falou, ainda, em "materializar" outras promessas de campanha, segundo Onyx. Ele também voltou a falar sobre a "indústria de multas ambientais" e a desburocratização do serviço público.

'Indústria de multas'

No final do ano passado, antes de tomar posse como presidente, Bolsonaro disse que queria acabar com a "festa" de multas no Ibama.

"Não vou mais admitir o Ibama sair multando a torto e a direito por aí, bem como o ICMbio [Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade]. Essa festa vai acabar", afirmou na ocasião.






ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:


Nossos Parceiros

 
 
 
 

Nosso Whatsapp

 (53)999536083

Visitas: 81786 | Usuários Online: 6

Todos os direitos reservados

Converse conosco pelo Whatsapp!